• AceguáUrgente

Denúncia de vereador esquenta debate político na vizinha Noblía

O concejal (vereador) do município de Isidoro Noblía, Paulo Beck, realizou uma denúncia esta semana que aqueceu o debate político na localidade.


Segundo denunciou Beck, a Intendência de Cerro Largo não estaria repassando os recursos enviados pelo governo nacional, através da Oficina de Planeamiento y Presupuesto (OPP), ao município há cinco meses. A dívida chegaria aos 5 milhões de pesos (valor entorno de R$ 550 mil reais).

O concejal Paulo Beck (Frente Amplio) acusou o alcalde licenciado para concorrer à reeleição, Favio Freire (Partido Nacional), de estar guardando a “sete chaves” a questão. Disse ter tido acesso aos dados contábeis somente depois de sua licença.

O ex-alcalde Favio Freire repudiou as denúncias, dizendo que os repasses, ao contrário do informado por Beck, estariam em dia.

A intendente de Cerro Largo, Carmen Tort, descartou e não confirmou o atraso no repasse dos recursos. Disse que o vereador pode acionar os mecanismos de controle pertinentes e que está preparando relatórios de todos os repasses feitos pela Intendência ao município.

O ex-intendente Pablo Duarte (licenciado para concorrer à reeleição), afirmou que durante sua gestão os recursos foram repassados. Mas reconheceu que quando assumiu já se registrava alguns atrasos.

Durante a sessão semanal, os edis departamentais da bancada do Frente Amplio informaram que irão respaldar e auxiliar o concejal em sua denúncia junto ao Tribunal de Contas.


Município O município uruguaio de Isidoro Noblia, com cerca 2500 habitantes, fica à 12 quilômetros de Aceguá. Desde a implantação da estrutura administrativa (Alcaldia), em 2015, são notórias as melhorias estruturais na localidade, como ruas asfaltadas, pórtico de entrada, praças, entre outras (fotos). O município, além do alcalde (prefeito), tem cinco concejales (vereadores).

Eleições Assim como no Brasil, o Uruguai vive um ano eleitoral. As eleições departamentais e municipais que ocorreriam em maio, foram adiadas para outubro por causa da pandemia.




4 visualizações0 comentário