• AceguáUrgente

Energia elétrica de inadimplentes pode ser cortada

A energia elétrica dos consumidores inadimplentes pode voltar a ser cortada a partir de hoje (3), desde que os consumidores sejam avisados.


Coopersul alerta associados - Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil

As interrupções estavam suspensas por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) desde o dia 24 de março. Como o prazo final para a isenção ocorreu no sábado (1), os cortes só estão autorizados a acontecer a partir de hoje (3) porque o desligamento de serviços públicos não pode acontecer nas sextas-feiras, sábados, domingos e feriados.


Segundo o diretor secretário da Cooperativa Regional de Eletrificação Rural Fronteira Sul Ltda (Coopersul), Danilo Medina Pereira, com o aumento significativo na inadimplência no mês de abril, a cooperativa realizou uma campanha para que os associados não acumulassem faturas e efetuou parcelamentos das contas em atraso.

"Os associados entenderam nosso apelo e vieram na cooperativa pagar ou parcelar", explicou.

Pereira enfatiza que os associados que ainda contam com pendências, devem entrar em contato com a cooperativa para realizar o parcelamento e evitar o corte de energia. "O faturamento da Coopersul vive dentro da normalidade. A inadimplência se mantém entre 8% e 10%", contou.



Baixa renda

Segundo a Aneel, enquanto durar o estado de emergência da pandemia, continua proibido o corte para alguns grupos de consumidores. Conforme o Decreto Legislativo nº 6/2020, esse prazo atualmente vai até o final de 2020. Neste grupo estão consumidores de baixa renda; unidades onde more pessoa que dependa de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida; unidades que deixaram de receber a fatura impressa sem autorização do consumidor, além daquelas cobradas em locais sem postos de arrecadação em funcionamento como bancos e lotéricas, por exemplo, ou nos quais a circulação de pessoas seja restringida por ato do poder público.

12 visualizações0 comentário