• AceguáUrgente

Bruno Silva faz doação de camiseta do Uruguai para leilão beneficente

O ex-lateral da seleção uruguaia, Bruno Silva, realizou doação da camisa 3 da seleção uruguaia para ser leiloada em benefício do zagueiro Eduardo Ludwig que enfrenta o tratamento do câncer.

Camisetas foram leiloadas no programa PopRock Esportes - Foto: Divulgação

Não bastasse as dificuldades por si da pandemia, o zagueiro do São Paulo de Rio Grande, de 28 anos, precisa lidar com a doença. Para auxiliar com as despesas, ainda mais num período em que o futebol está parado, o treinador bajeense Rinaldo Lopes Costa (Badico) e o empresário Telmo Barcelos articularam uma campanha que consistiu na arrecadação de camisetas de clubes de futebol. E estas peças foram a leilão, na noite de quinta-feira (18), no programa PopRock Esportes, sob o comando do jornalista e leiloeiro Nando Farinha. No total, foram arrecadados R$ 9 mil para o jogador.


A ação promovida em Bagé se une à vaquinha on-line que já está aberto em benefício ao jogador, que permanece em Tupandi (RS), sua cidade-natal. O tratamento em si é custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Entretanto, pelo fato do futebol estar parado e pelas próprias despesas originadas por um câncer – que não são poucas -, o jogador recorreu a Badico, que foi seu treinador no São Paulo de Rio Grande, em 2019. Inclusive, por ter sido capitão naquele ano, consolidou-se uma grande relação de amizade e respeito entre eles.


Por conta disso, Ludwig recorreu a Badico, que prontamente atendeu o pedido e iniciou uma campanha de doações de dirigentes que tinha contato ou por clubes em que passou. Nisso, obteve camisas de Bagé, Guarany, Brasil de Pelotas, Pelotas, Riograndense (RG), Grêmio, Inter, São Paulo (RG), Veranópolis, Caxias, São Paulo, Brasiliense e até mesmo do time ucraniano Shakhtar Donetsck, usada pelo brasileiro Taison. Entre as doações estavam também a camisa 3 do Uruguai que foi doada pelo ex-lateral Bruno Silva, e a do Brasil, doada pelo tetracampeão bajeense, Cláudio Ibraim Vaz Leal (Branco).


Inicialmente, a intenção era fazer uma rifa, contudo, por meio de sugestão de Telmo Barcelos, surgiu a ideia de um leilão beneficente promovido por Nando Farinha. "Agradecemos as doações e os compradores, que já estão depositando na conta do jogador. Foi muito bom. Tínhamos uma expectativa de R$ 4 mil e fechamos em R$ 9 mil. Baita resultado", finalizou Farinha.


Jogador uruguaio

O ex-lateral Bruno Ramón Silva Barone, é natural de Isidoro Noblia, e, atualmente, reside com a família em Aceguá. O jogador foi revelado pelo time uruguaio Danubio, em 2000. Em 2004, foi jogar na Rússia, onde defendeu o Rostov. No mesmo ano, voltou ao Uruguai para defender o clube que o revelou, conquistando o Campeonato Uruguaio de 2004. No ano seguinte, o atleta voltou ao futebol da Europa, agora para o Groningen, dos Países Baixos. Permaneceu na equipe até 2008, ano em que foi para outro clube neerlandês, o Ajax. Para a temporada de 2010, Silva acertou seu retorno ao futebol da América do Sul, desta vez para defender um clube brasileiro, o Internacional, contratado por empréstimo de um ano junto ao Ajax, a pedido do técnico conterrâneo Jorge Fossati. Estreou com a camisa colorada no dia 31 de janeiro de 2010, no clássico Grenal, partida que foi vencida pelo Inter por 1x0. No mesmo ano foi campeão da Libertadores pelo clube colorado.

Em Aceguá, o jogador foi homenageado pelos colorados que criaram o Consulado Colorado Bruno Silva na cidade.

.