Dólar Hoje
 
  • AceguáUrgente

Artesã de Aceguá é umas das ganhadoras do Concurso Virtual de Artesanato em Lã Ovina

A artesã de Aceguá, Vera Beatriz Camargo Correia, foi uma das 34 ganhadoras da fase microrregional do 1º Concurso Virtual de Artesanato em Lã Ovina, que aconteceu entre os dias 22 e 30 de julho.

Peça da artesã ficou em primeiro lugar na categoria Acessório - Foto: Divulgação

O evento, promovido pela Emater/RS-Ascar e Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), reuniu 75 artesãos inscritos, sendo avaliados pelas 94 peças inéditas apresentadas nas modalidades acessório, xergão, poncho, casaco, blusão, colete e peças em geral, contando também com as categorias destaque inovação e destaque jovem artesã rural.


As quatro etapas foram organizadas pela assistente técnica social Jacqueline Bragança e as extensionistas rurais dos escritórios municipais da Emater/RS-Ascar das cidades participantes e foram realizadas pelo aplicativo de celular WhatsApp. As peças foram avaliadas através de fotos e vídeos por intermédio da comissão julgadora, nos critérios de acabamento, tamanho, visual, padrão do fio e criatividade.


A organização do concurso aconteceu de maneira dinâmica, segundo a extensionista rural do Escritório Municipal de Lavras do Sul, Alice Prestes. "A gente teve bastante desafios, que são também uma forma de encarar novas tarefas para desenvolver com nosso público. Para muitas artesãs que estão descobrindo o smartphone e as mídias sociais, esse ganho na tecnologia foi bem interessante", relata a extensionista.


Os 34 artesãos ganhadores das etapas microrregionais estão classificados para a fase regional, que acontecerá dia 27 de agosto, devendo apresentar uma nova peça na categoria em que foi avaliado.

Os ganhadores na modalidade acessório são Letícia Bonamigo (Santana do Livramento), Santa Isabel Batista (Grupo Tecelagem Lavrense, Lavras do Sul), Vera Beatriz Correia (Aceguá) e Elvira Gonçalves (Rosário do Sul).


Modalidade manta: Sandra Elise Gonçalves (Samburá, São Borja), Dirce Maria Chaves (Caçapava do Sul), Marcelo Sholante (Palmas, Bagé) e Geneci Bueno (São Gabriel).


Modalidade xergão: Eva Paz Souto (Samburá, São Borja), Raíssa Rodrigues (Grupo Tecelagem Lavrense, Lavras do Sul), Maria Ceni Oliveira (Bagé) e Carmen Aristimunha (Quaraí).


Modalidade poncho: Maria Leci Vaqueiro (Santana do Livramento), Teresinha Marques (Grupo Tecelagem Lavrense, Lavras do Sul), Maria Ceni Oliveira (Bagé) e Madalena Silva (São Gabriel).


Modalidade casaco: Rosane Teixeira (Grupo Tecelagem Lavrense, Lavras do Sul), Manuel Domingues (Hulha Negra) e Sandra Vargas (Alegrete). Modalidade blusão: Meire Rosane Prates (Rosário do Sul).


Modalidade colete: Dilaine Gonçalves (Passo da Barca, São Borja), Tainara Camargo (Grupo Tecelagem Lavrense, Lavras do Sul), Manuel Domingues (Hulha Negra) e Waner Maria Pinto (Rosário do Sul).


Modalidade peças em geral: Sandra Elise Gonçalves (Samburá, São Borja), Edinara Brasil (Grupo Tecelagem Lavrense, Lavras do Sul), Débora Schneid (Palmas, Bagé) e Ana Roseneia Marques (São Gabriel).


Modalidade Destaque Inovação: Letícia Bonamigo (Santana do Livramento), Maria Julia Medeiros (Grupo Tecelagem Lavrense, Lavras do Sul), Rozangele Sholante (Palmas, Bagé) e Nei Humberto Gonçalves (Rosário do Sul).


Modalidade Destaque Jovem Rural: Andresa Soares (Grupo Tecelagem Lavrense, Lavras do Sul) e Débora Schneid (Palmas, Bagé).