Dólar Hoje
 
  • AceguáUrgente

Após renúncia de Eduardo Leite, Ranolfo Vieira Júnior assume como governador do Estado

No fim da tarde de quinta-feira (31/3), em solenidade no Salão Negrinho do Pastoreio, no Palácio Piratini, em Porto Alegre, Eduardo Leite transmitiu o cargo de governador do Estado do Rio Grande do Sul para Ranolfo Vieira Júnior, até então vice-governador e secretário da Segurança Pública.


Ranolfo Vieira Júnior assina termo de posse - Fotos: Felipe Dalla Valle/P.Piratini

Ranolfo assumiu após a renúncia de Leite, que esteve à frente do Executivo gaúcho por três anos e três meses. Em seu discurso, Ranolfo falou sobre a continuidade do projeto de governo. “Serão nove meses pela frente. O tempo de gestar uma vida. E a vida deste Estado é uma obra em contínua gestação e construção. Um trabalho para preservar a vida, garantir a boa qualidade de vida a todos que aqui têm sua morada. Cuidamos do agora, mas preparamos o futuro. Esta será nossa essência em cada dia até 31 de dezembro. Olhar o presente sem perder de vista o amanhã. Usaremos esse tempo com responsabilidade, sabedoria e discernimento, procurando manter cada peça desta engrenagem em perfeito funcionamento. Entrego a vocês minha lealdade, meu espírito servidor e toda a minha dedicação como governador dos gaúchos”, disse Ranolfo.


Na cerimônia, o agora ex-governador Leite resgatou momentos da trajetória, marcada por profundas transformações no setor público e pelo ajuste das contas que permitiu a retomada da capacidade de investimentos do Estado. Com o programa Avançar, já anunciou mais de R$ 6 bilhões a serem investidos até o fim de 2022.


“É motivo de muito orgulho a caminhada que nos trouxe até aqui sem rupturas, das primeiras reformas aprovadas por uma Assembleia Legislativa sensível ao desejo da população que nos elegeu até os históricos investimentos do programa Avançar. Fizemos muito, fizemos juntos, mas tão importante quanto o estoque expressivo de realizações, de obras, de investimentos que acumulamos, tão fundamental quanto o que fizemos foi o como fizemos. Mostramos que é possível construir um novo Rio Grande do Sul com diálogo e fazer política com firmeza e convicção, sem negociatas e ataques, sem agredir adversários ou quem discorda de um determinado ponto de vista”, disse Leite.


Mais cedo, em sessão solene extraordinária no plenário 20 de setembro, na Assembleia Legislativa, Ranolfo foi empossado oficialmente como governador do Rio Grande do Sul.


Perfil - Ranolfo Vieira Júnior

Nascido em Esteio em 7 de abril de 1966, Ranolfo Vieira Júnior é servidor público há 36 anos. É casado com Sônia há 26 anos e pai de três filhos: Guilherme, Gustavo e Gabriela. Formado em Direito pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) em 1996, ingressou na Polícia Civil em 1998, como delegado. Escolheu começar a carreira em Rio Grande, cidade com o maior índice de criminalidade entre as delegacias disponíveis da época. Dirigiu o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) por seis anos e liderou importantes operações de combate à criminalidade no Estado.


Foi Chefe de Polícia do RS por quatro anos, quando criou o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), e presidiu o Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil. Foi Secretário de Segurança Pública de Canoas entre 2017 e 2018, período em que a cidade reforçou a estrutura na segurança e implementou a guarda municipal armada, reduzindo a criminalidade e não registrando nenhum latrocínio.


É professor licenciado da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), onde trabalhou por 14 anos. Também lecionou na Academia da Polícia Civil (Acadepol/RS) por 10 anos. A partir de 2019, foi vice-governador e secretário da Segurança Pública.