Dólar Hoje
 
  • AceguáUrgente

Aceguá pode obter o título de “Capital da Memória Gaúcha”

O deputado Luiz Marenco (PDT) propôs o Projeto de Lei 136/2021, onde declara que o município de Aceguá obtenha o título de “Capital da Memória Gaúcha”. A proposta já recebeu parecer favorável do deputado Luiz Fernando Mainardi (PT) e, posteriormente, segue para votação na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa.

Proposta foi apresentada pelo deputado Luiz Marenco - Foto: Divulgação

Na justificativa, Marenco apresenta o município com um estilo de vida fortemente identificado com diversas passagens da história gaúcha, ao mesmo tempo que preserva a rotina ou a memória dessas passagens. “Aceguá preserva um verdadeiro grupo de cultuadores e apaixonados pela cultura gaúcha, representados por domadores de cavalos, ginetes, guasqueiros e uma infinidade de pessoas que sobrevivem de profissões diretamente ligadas à cultura campeira tradicional”, diz em trecho da proposta.


PUBLICIDADE

Outro ponto abordado no documento é a informação que o município foi palco da imigração europeia a partir de setembro de 1949, através da vinda dos imigrantes Menonitas, seguidores do sacerdote Menno Simons, grupo religioso que, em função de perseguição religiosa no início do século 16. Além disso, consta que, com a criação da Colônia Nova, os imigrantes desenvolveram uma comunidade, com hospital (atende em torno de duas mil famílias de assentados dos municípios de Aceguá, Hulha Negra e Candiota, Cooperativa Agrícola Mista Aceguá (CAMAL), igreja, escola, um sistema produção rural diversificado, além de um museu, que preserva a memória da imigração russo germânica na campanha gaúcha.


“Esta homenagem e reconhecimento ao município de Aceguá configura-se como um mecanismo legislativo que objetiva difundir, promover e preservar a memória e o patrimônio histórico e identitário das comunidades e localidades regionais do nosso estado”, está escrito ao final da justificativa.